sexta-feira, 3 de abril de 2009

A Santinha está grávida...

Ainda ontem tive este pesadelo e não é que é verdade, que a Santinha vai ser mãe? Que responsabilidades novas me esperam, nem sei que pensar...De um dia para o outro, tudo muda, a nossa vida fica virada do avesso!

Já tinha uma filha, adoptada, claro. Não foi para não pecar, apenas para ser mais fácil e para ser se poupava um pouco no IRS, porque é Santinha, mas é muito interesseira. Deve ser por isso que passa tanto tempo na sacristia, para se penalizar pelos seus pecados.

Este último ano foi terrível e ficou toda marcada, por se estar constantemente a flagelar. Bem lhe digo: Santinha, não precisa, não merece um castigo desses! Mas o que posso fazer? Aquelas más companhias lá da igreja, têm mais força que eu e, claro, não posso fazer mais nada. Não tem nada que ver com a Nicinha e a Eleuzinha...Essas é que são umas verdadeiras santas! E nem são ciumentas…

As amigas, só lhe dão maus conselhos e então a Mãe é terrível. Deve ter um ódio de morte à miúda e, em vez de a acarinhar, só lhe dá maus conselhos que muito a prejudicam. Enfim deve ser qualquer coisa relacionada com o reverso do complexo de Electra, ou o sindroma de Estocolmo, não faço ideia.

Recusa-se a tomar a pílula, é completamente contra o uso de preservativos, tal é o receio da excomunhão, e eu lá tive um momento de fraqueza...Oh fruto proibido...E assim soube da gravidez, há dias, pela mãe dela, vejam só...A Tia Marçala é que veio com esta conversa. É uma típica e tríplica (...) situação de marido enganado...

Que fazer da minha vida, agora com mais uma filha? Parece que é filha pela forma da barriga), mas também podem ser gémeos...

Um momento, enquanto atendo o telefone...O quê já nasceu? São gémeos!? Um rapaz e uma rapariga? São mesmo gémeos! O rapaz nasceu com 82 centímetros e a menina com 400 decagramas! Parece que, por razões de saúde, vão ter que viver junto ao mar, estou em pânico...

E a Santinha? Sofreu muito, a pobrezinha, e vai ficar internada uns meses. Mas sobrevive, felizmente.

Que cruel dilema este...

1 comentário:


  1. À tua conta já andei pelo Youtube a rever cenas da mini-série «Rabo de saia»!
    Acompanhei pouco na altura... mas lembrava-me bem da cara dos protagonistas!

    Vou seguir viagem... a tentar juntar algumas destas peças do imenso "puzzle indecifrável" que é a tua interessante escrita.


    Beijinhos santificados
    (^^)

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio