quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Avaliação

Pois é...Parece que acalmou a guerra da avaliação dos professores, ou pelo menos deixou de ser notícia. Será porque já oferecem uns tachitos cor-de-rosa aos dirigentes sindicais que nunca deram aulas na vida e estão armados em grande setôres? Será porque já encontraram um modelo de avaliação que agradasse a todos? Ou uma progressão na carreira tipo Armando Vara na CGD enquanto está no Millennium? Não acredito.

Acho que sei porquê.

Finalmente descobriram que apesar das “Infra-estruturas com algumas deficiências”, do Plano Tecnológico e do seu filho predilecto – dito Magellan (sim, é preciso usar o Inglês Técnico), da falta de livros, das tristes figuras dos nossos governantes que em cada momento ilustram, explicitam e demonstram o seu parco conhecimento real dos assuntos, temos os melhores professores do mundo.

Até nos antípodas, com tudo de pernas para o ar...E é de Barcelos!

Ah gandes tugas! Parabéns à Rosinda, que é uma mulher do norte, carago (teve sorte, livrou-se deste jardim à beira mar plantado).

Nós somos mesmo assim. Venha lá a avaliação, sff. Mudem os avaliadores, acertem-me esses parâmetros e, já agora, digam lá ao nosso estimado sindicalista que bigodes daqueles já não se usam, tá-bem?

Pensando melhor: Se os nossos queridos governantes descobrem esta notícia, ainda obrigam a malta a tirar carta de pesados...E ainda dão uns créditos ou uns pontos na carreira, ou pior: passa a ser imprescindível para a progressão ter a carta de pesados... Sim, porque não nos podem obrigar a nascer em Barcelos, agora que a Maternidade fechou (também não se tem falado mais nisso, porque será?).

O melhor é postar uma esponja obre o assunto, não vá o diabo tecê-las e ainda nos destacam para a Tasmânia. Pois, aos lobos já estamos nós habituados…

2 comentários:

  1. Há terras que só produzem maravilhas...

    ResponderEliminar
  2. Tem toda a razão, JS.
    Umas têm tudo. Outras nickles...
    Só cenas tristes!

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio