quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Blogs

Tinha a ideia que os blogs tinham alguma função mais ou menos definida, dependendo da vontade dos seus autores e dos outros intervenientes da blogosfera. Partilhar alguma coisa, o escape de frustrações, a procura de alguém, a busca de contactos, a criação literária, a produção cultural, os desabafos pseudo-políticos ou pseudo-culturais.

Alguns mais fechados ou criados com um objectivo concreto, como uma bolinha de ping-pong saltariam, até que inevitavelmente ficariam numa dessas caixinhas. Não sei este pedacinho estará nalguma dessas classes, ou se irá ficar activo durante muito tempo, vamos ver.

Comecei este conjunto de notas, por puro prazer. Um pequeno desafio e já está. Espero que me visitem e se divirtam a ler.

O que nunca poderia esperar era que os blogs servissem como adjectivo. Há dias, numa reunião, um dos meus interlocutores, querendo referir-se negativamente a alguém usou a palavra com uma asserção que desconhecia: “Esse tipo é estranho, ligado aos blogs ... ”.

Impávido e sereno não pude deixar de contestar: Nem toda a gente da blogosfera se enquadra nessa categoria...
A pessoa que estava ao meu lado sorriu. Um sorriso cúmplice? Espero que sim.

Bolas, na minha terra não há destas mentalidades. Cada vez me sinto mais estrangeiro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio