terça-feira, 2 de setembro de 2008

Fiel ou Infiel

Temos muito vezes o hábito de para falar de nós referimo-nos a outros. Do género, conheço um tipo que...Ou: Um amigo meu disse-me que... Outra possibilidade é o uso do condicional. Se me acontecesse…

Enfim esquemas que vamos arranjando para nos enganarmos a nós próprios e às pessoas com quem falamos e com que nos damos.

A fidelidade ou a falta dela é um dos assuntos que não gosto de falar. Cada um tem a sua vida e é assim que deve ser. Às vezes, em excesso de confiança, eventualmente a prever alguma dita infidelidade há quem diga que fiel só a si próprio. Será a querer justificar alguma coisa? Também não sei. Nunca disse ou pensei sequer alguma coisa bombástica desse género.

O que é a fidelidade? Damos-lhe um sentido diferente daquele que eventualmente poderíamos dar. Fidelidade não será a qualidade daquele que mantém as suas características originais, que se mantém fiel a uma referência? Não mantive as minhas características originais e já tive diversos referenciais. Como poderia ser fiel? A mim próprio é que não sou de certeza.

Infiel também não sou, apesar de, por brincadeira, lá para o norte me chamarem mouro.

Leal e fiável sempre.

2 comentários:

  1. Para ter a certeza?
    Às vezes é melhor ficar na dúvida...LOL!
    E obrigado pelo comment!

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio