sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Porta Fechada

Bolas, ninguém gosta de levar uma tampa. Também não gosto, mas já não me traumatiza, curtido que fui por muitos nãos e ainda mais sims, felizmente. O sim, como já deduziram do sms, significa “short instantaneous message”.

Não traumatiza, mas aborrece, sobretudo quando nos começamos a habituar e de repente, lá vem a água fria. Como sabem os meus primos e primas, o hábito é fatal. Começo a acreditar que é sempre fatal. Mesmo antes de cair na rotina e muito antes do vício, estarmos a contar com algo, é perigoso. Imagino que será como o começar a gastar por conta do Euromilhões, antes dele sair...

Reflectindo melhor descubro que afinal é melhor assim, sem estarmos a contar, pois doutra forma podemo-nos preparar para a situação e ela talvez não aconteça...O que também é incómodo.

Assim, mais vale levar uma tampa bem grande, rápida e com toda a força, do que muitas pequeninas ao longo de muito tempo até que seja absolutamente indiferente o que nos dizem. Ou seja, é melhor levar com a porta de entrada na cara, depois de nos deixarem antever apenas o interior de uma das divisões da casa, do que outra porta qualquer...

Será a diferença entre slam e shut, não? Enfim, fica sempre a esperança.

Would you mind mailing me the key, please?
Thanks, ou melhor: Much obliged, as a real onkie would say to true auntie!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio