domingo, 15 de maio de 2011

O peixe, a carne e a dieta

Dissertava há dias sobre o peixe e a carne, a propósito da idade, quando me apercebi que me faltavam dois aspectos fundamentais da culinária. Se a música é a arte dos sons e dos silêncios, então a culinária não incluirá também uns períodos de jejum ou, pelo menos, de dieta? Com certeza que sim. Para saborear uma iguaria, nada melhor que um período de abstinência, moderado. Como a comida que se ingere, também há que saber dosear o jejum…Se é muito longo, a comida cai mal no estômago, há tendência para comer muito depressa, sem sequer saborear e, pior ainda, caímos no erro fatal de comer por necessidade e não por prazer…

O outro aspecto relevante é o ritmo. Se a pausa entre refeições não for suficiente, corremos o risco de não ter estômago para o prato que pretendemos degustar, para além do risco de bolçar. Sim, bolçar e não bolsar, palavra que escolho por deferência às jovens mães e baby bloggers, um segmento da blogosfera, de acordo com a Miss Pólo, em expansão, mas também porque quem tem estas atitudes, de se sentar à mesa de barriga cheia, deve ser uma criança nestas lides da culinária. Ou pelo menos não é apreciador de pratos requintados e sofisticados, não sabe nada de gastronomia e menos ainda se pode intitular gourmet.

Esta abordagem à gastronomia vem na sequência do comentário sobre o peixe e a carne referido mas, sobretudo, da formação de SEO de há dias. Ao que parece, a culinária é um dos temas mais procurados nos motores de busca, depois do sexo. Quem procura sexo com um motor de busca, interrogo-me… Só com uma versão avançada do meu Cuskometer (patente devidamente registada pelo Tio do Algarve), mas ainda não está disponível para download.

Antes de falar na carne e no peixe, é necessário e importante clarificar os conceitos de gastronomia e culinária, mas não sendo especialista em linguística nem em semântica, a arte de combinar elementos, o conhecimento das técnicas e o espírito científico da experimentação levam-me para caminhos mais sofisticados e parece inevitável a abordagem a outro tema: A sedução…

Quanto à carne e ao peixe, vão ter que ficar para outra vez, porque textos longos não são convenientes para a internet e está na hora de degustar. Uma refeição requintada mas light, claro…

Para dissipar qualquer dúvida, tenho que dizer que este post foi cozinhado na passada terça feira, terminado pelas 13h00, embalado em vácuo e guardado no congelador do disco do meu Toshas, de onde foi retirado hoje. Colocado no micro-ondas, depois de borrifado com água fresca (não confundir com outros borrifos…), e servido às minhas leitoras e leitores para degustação.

8 comentários:

  1. Tu és mau. Abres-nos o apetite e não nos serves...lol

    Comer não é do que mais gosto. No dia a dia até dispensava...

    Mas sempre a qualidade e nunca a quantidade:)

    ResponderEliminar
  2. Com um prato feito com tanto esmero e requinte, nós as leitoras corremos o risco de engordar, o que no actual contexto não cai nada bem ;)
    Excelente como sempre estas suas dissertações.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. You have food on the brain uncle! Tachos e panelas? Dieta? :)) Olha que o apagão blogosférico já terminou há algum tempo!!! Felizmente para ti, não houve apagão no motor de busca, rrrsssssss I'm mean aren't I?? :))
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. M.,
    Absolutamente de acordo...Mas os aperitivos são indispensáveis!

    ResponderEliminar
  5. Fê,
    Uma das grandes vantagens da culinária virtual, é não ter essas contra indicações ;)) Pode consumir sem perigo!
    Os nossos desgovernates encarregam-se de nos tirar qualquer grama de gordura...

    ResponderEliminar
  6. Tachos, é que mais vejo no nosso país, de norte a sul, de alto a baixo...E olha que ando :)
    POis foi.. E só me apercebi do apagão quando vi os comentários desaparecerem. Ainda bem que há pessoas previdentes ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Essa do embalado a vácuo e guardado no congelador... deve ser para satisfazer os preceitos da ASAE ;)

    Pois hoje, por aqui, vai ser um peixinho assado no forno com, muito, tomate, cebola, alhos, pimento, coentros, azeite, e uns borrifos de vinagre :)
    Quanto ao jejum... vai ficar, de certeza, para depois das eleições

    Bjos

    ResponderEliminar
  8. ISa,
    São cuidados redobrados, para evitar qualquer risco...
    Esse peixinho assado, até abre o apetite ;)
    Bjs

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio