quarta-feira, 18 de maio de 2011

Cozido à Portuguesa

É evidente que detesto pratos pesados, mas como os portugueses parecem gostar e querer mais, aqui vai a receita. Com uma pitada de saudades daqueles tempos áureos (só foi pena não haver a Áurea a cantar), em que dizíamos “À portuguesa só cozido”!!!

Ingredientes:
Nabos de várias dimensões. Tenha o cuidado de juntar alguns já passados, e outros ainda verdes.
Cebolas em quantidade suficiente para por tudo a chorar.
Chouriços gordos, se possível de má qualidade, dos baratos, feitos em fábricas, “à pressão”, sem nada de autêntico.
Dois bons melros, vários papagaios e alguns passarões. Cobras e lagartos, qb.
Pode juntar-lhe um coelhinho pequeno, em função do tamanho do passarão (inversamente proporcional).
Se tiver uma águia coxa, junte. Dá sempre bom aspecto e ajuda a manter a ligação dos ingredientes no tacho.

Modo de Preparação:
Unte o tacho com banha rasca, ou sebo autêntico, se possível.
Coza em lume brando, até o tacho ficar completamente queimado e a rebentar.
Amasse com pata de rinoceronte, até se atingir uma amálgama informe, tipo massa, e no fim tempere com lágrimas de crocodilo.

Sirva gelado, envolvido num bom buxo, muito elástico e salpicado de demagogia.
Pode decorar com figuras da forma do país, em massa de pasteleiro de cor castanha.

Cuidados a ter:
Este prato, pela sua consistência, tem muita tendência a colar às paredes do tacho, tornando-se muito difícil de remover. O sebo é muito importante para evitar esta aderência natural. Se acontecer rape completamente o tacho antes de servir (em vez do típico raspador em borracha, aka salazar, use um bisturi, para remoção cirúrgica).

Em vez de Cozido à Portuguesa, pode chamar-lhe o Caldeirão do Inferno ou, com mais cachet, Socras Soup.

6 comentários:

  1. M.,
    A ideia é essa. Dieta à força com forte componente psicológica...O problema não Égeu, Enosso ;))

    ResponderEliminar
  2. :) Excelente receita. Dessa sopa, já fui servida obrigada... e fiquei cheia... agora, Ambrósio, apetecia-me algo.... que ainda não sei o que é (estou na faixa dos indecisos, God damn it!)Para dizer a verdade, o mais certo é votar em branco... Beijo

    ResponderEliminar
  3. Pode ser eu mas não Egeu:)

    Estou na linha:)

    ResponderEliminar
  4. Eva,
    Tomei a liberdade de pensar nisso...
    ;)

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio