quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

A sopa dos pobres

Depois de algumas críticas à Medida que ficou imediatamente conhecida como sopa dos pobres, o governo acaba de reformular esse programa de distribuição de refeições.

Assim, o programa passou a ter 5 eixos e várias medidas, de forma a abranger o maior número possível de cidadãos: Vichyssoise dos necessitados, Creme Dubarry dos menos favorecidos, Creme Embaixador, para os menos felizes, Creme Parmentier dos minus 500 e Boullabaisse des petites.

Foi entretanto nomeada uma comissão para avaliar a implementação do programa e das várias medidas. Na apresentação destes eixos, o ministro vespa só ares rejeitou liminarmente as comparações com o infelizmente célebre comentário de Marie Antoinette, sobre o povo, o pão e os brioches. “Não se trata de sopa nem de pobres. Trata-se de cremes e pessoas, que temporariamente têm algumas dificuldades”, foi o comentário do assessor de cozinha do ministério do chazinho e dos pobrezinhos.

6 comentários:

  1. Mas essa sopa dos pobres já existe há muito tempo. Chama-se Elevan e é pago com o dinheiro dos contribuintes aos políticos que lá vão comer.

    ResponderEliminar
  2. Daniel,
    Essa é mais uma cantina, e que rica cantina, sem dúvida.

    ResponderEliminar
  3. Este foi um tema do qual falei... esta da sopa dos pobres, deixa-me preocupada, não pode ser senão um muito, mas muito mau sinal.

    ResponderEliminar
  4. Isa,
    Sim, também o li o teu post e comentei! Vi a intervenção do vespa sóventos na comissão parlamentar no dia em qwue lá foi.... Uma tristeza!
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Em vez de se incentivar a riqueza, incentiva-se a pobreza...Céus...

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio