domingo, 12 de fevereiro de 2012

I Will Always Love You...

Afinal, somos piegas ou não?



E diga-se o que se disser, goste-se muito ou pouco, esta senhora tinha uma voz espantosa...

Pronto, consegui resistir a dizer que os duetos com a Amy vão ser uma coisa do outros mundo, não só porque tive mesmo pena que não tivessem acontecido neste, mas também porque me recordam todos os amigos que vi partir por razões semelhantes...

Ironia do destino, esta paródia é de 2007. Hoje acho-a de um mau gosto fatídico.

8 comentários:

  1. A voz mais extraordinária desta geração, alguns dirão. Que pena.

    ResponderEliminar
  2. Acabei de saber desta notícia por ti...
    Estou chocada... e não consigo dizer mais nada.

    :(

    ResponderEliminar
  3. Catarina,
    Também penso que sim. É mesmo uma pena...Tinha 48 anos.

    ResponderEliminar
  4. Orquídea,
    Apeteceu-me publicar ontem à noite, quando vi na CNN...É triste.

    ResponderEliminar
  5. Tio, também soube da notícia por ti, de manhã. Quase que não acreditava no que tinhas escrito. Não fazia parte das minhas preferências musicais ou cinéfilas, mas reconheço-lhe uma voz magnífica

    ResponderEliminar
  6. Pseudo,
    Eu também não sou grande apreciador,do género musical, mas tinha uma voz notável..Sobretudo numa altura em que a influência da informática ainda não era tão grande!

    ResponderEliminar
  7. A voz era realmente espantosa, mas temos que entrar em sintonia com o nosso governo... não sejamos piegas... morreu... enterra-se ;)
    Tenho cá a impressão que o meu humor anda a ficar muito negro ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  8. Isa,
    O que não podemos é dar razão ao coelhinho, aliás coelhão. Coelhinho é piegas.
    Bjs

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio