quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

A mosca no Bolo-Rei

Continuando nesta senda dos ditados populares, tenho presente o muito bem aplicado: Quando abres a boca ou entra mosca ou sai asneira. No entanto este ditado pode ter, agora uma variante, mais erudita: Quando abres a boca, ou sai asneira ou deixas antever o Bolo-Rei…

Depois das vaquinhas que se riem, agora vêm as dificuldades em conseguir que a reforma dê para pagar as despesas. Será que para o ano já não vai haver Bolo-Rei, por causa dos cortes? Ou vai sugerir a quem não tem pão que coma Bolo-Rei, por causa da equidade? Qualquer que seja o objectivo, esta última revelação de Poncius Cavacus, é sensacional e tem provocado as reacções mais díspares. Para além de uns sorrisos amarelos, de umas gargalhadas sinceras, de uns posts no facebook e na Blogosfera, temos agora uma petição a pedir a sua demissão.

Se pensarmos que cada ex-presidente custa ao erário público mais de 300 mil euros por ano, quem se fica a rir, para além das vaquinhas, são os burrinhos. Esses continuam sempre a mostrar os dentes, apesar das chibatadas que vão levando pelo caminho. E quanto mais levam, mais mostram os dentes. Será a rir? Não sei, mas até para burros já é demais!

6 comentários:

  1. Andam esquecidos de que os burros dão coices e empancam, mas isto sou só eu a dizer! ;)

    ResponderEliminar
  2. Biobloga,
    Bem visto! E às vezes é preciso que dêem uns coices, para que as pessoas não se esqueçam...
    :-)

    ResponderEliminar
  3. Quem se fica a rir é o Cavacus no fim disto tudo.

    ResponderEliminar
  4. Daniel,
    Só de imaginar o Cavacus a rir-se enquanto come bolo rei, perco o apetite durante uma semana! Esse santinho de pau carunchoso, coitadinho, não tem dinheiro para viver....

    ResponderEliminar
  5. Com o que ele ganha já podia ter tido umas aulas de boas maneiras...

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio