quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Legitimidade e primazia


Estava ontem a colocar um escrito sobre a outra, quando pensei que devia também divulgar a fotografia. Mas qual delas? Porque quando há outra, como se viu, nunca é só uma…E como também os gostos evoluem, a variedade é normalmente bem-vinda. Ou bem vinda, mas com acordo…
Apesar de me ter referido às Marias usando os ordinais, e saliento que nunca pretendi passar do ordinal para o ordinário, na realidade não posso dizer que uma esteja primeiro do que as outras no meu apreço, escala de estima, consideração ou gosto pessoal, porque não tenho qualquer escala dessas em relação a este assunto. Usei o ordinal apenas para descrever a ordem em que as tinha descoberto mas, de forma alguma, podia usar o cardinal porque me parecia que a mera enumeração delas, reduzindo-as a uma determinada quantidade, indiciaria qualquer falta de consideração ou estima, o que não seria verdade….
Assim, nas preferências, não posso dizer que haja primeira, segunda ou terceira e como se deduz, não havendo nem primeira nem segunda, também não haverá a outra ou a legitima….
Aqui vos deixo a fotografia da Maria, permitindo-me, pelas razões expostas, não me referir a ela como a primeira ou, agora menos ainda, a outra…


2 comentários:

  1. Tu e os teus trocadilhos...
    :)

    Por acaso, e falando apenas na perspectiva da ordem pela qual as fui descobrindo, esta é a minha segunda... e a "outra" é que é a primeira.

    hehehe

    Isto até parece uma conversa de loucos... mas as nossas mentes estão sãs. Estivesse a minha garganta igual... e eu não estaria agora a tomar um chazinho de limão e mel, mas com imensa pena não ser de rooibos.


    Beijinhos roucos :)

    ResponderEliminar
  2. Orquídea,
    Que bem me sabia agora um cházinho de rooibos...

    Esta foi a minha primeira, nas minhas incursões pela Augusta cidade, até à tal Catedral das danças
    ;-)
    As melhoras!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio