sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

A quinta emenda

As primeiras emendas foram para a Caixa, os Açores e os Hospitais (para alguns lugares, claro).

Depois vieram as promoções na Segurança Social e os Magistrados. Mais excepções.

Agora prepara-se outra, mas desta vez, para variar, é para uns pobrezinhos que são muito sacrificados. Segundo o senhor brasileiro que veio meter a ordem e progresso (ou será este o lema do país de origem do dito?) na empresa que anda com o pessoal no céu e os clientes no inferno, se não houvesse aumentos, os trabalhadores ficariam a ganhar menos, este ano, do que há cinco anos atrás, e viveriam pior… “de acordo com contas simples”…

Ora assim é que cê está falando certo, mermão (pronto, lá cedi ao acordo). Temos que viver pelo menos melhor do que há cinco anos… Eu ia mais longe, até: Temos que viver melhor do que há dez anos atrás! E tem que ser já em 2011, puxa vida, que saco, não é cara?

Vamos ver o que vai acontecer quando começar uma pressãozinha.... Do pessoal da Groundforce já ninguém sabe. A Portway resolve o problema, né cara?

E tenha-se ou não razão, a falta de transparência nas decisões e a forma como são divulgadas as notícias, não é aceitável. Adorava que os nossos gestores púbicos e público-privados fossem para um atol no pacífico, gerir as experiências nucleares, mas in loco. Ou então, se são assim tão bons, porque não vendê-los como a qualquer jogador de futebol? Empresários e gestores de bancada não nos faltam! Esqueçam as exportações de bens. Vamos exportar governantes e quadros superiores, sff. Aproveitemos a época dos saldos, ó galera, aí!

6 comentários:

  1. Meu amigo:
    A sua sugestão vencia uma eleição!!!
    Eu votava em si de certeza ;-)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Em vez de os exportar estão a ver se os árabes compram uma parte e, pelo que eu ouvi... temos o exemplo da Tap que poderá ser, 40% da empresa... está claro... vendem-se os aneis... para a sobrevivência dos mamões ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  3. Eu até proponho que se faça um peditório para pagarmos as despesas de envio...ficavamos a ganhar, tenho quase a certeza:)
    Abracinho meu!

    ResponderEliminar
  4. Fê,
    Obrigado pela sua confiança!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Maria Teresa,
    Excelente ideia! E até pode ser por telefone, com aqueles números de valor acrescentado. Não me importava!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio