sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Gripe da Antilla

Avinha-te, abifa-te abafa-te. Receita caseira para resfriados e gripes. Ainda funciona, como pude comprovar. Cheguei à Antilla a espirrar e com a certeza que a conjugação de 2 horas e meia de Alfa Pendular a 20º e um dia num escritório a 18, mais o arzinho condicionado do restaurante ao almoço, entremeado com 34º no caminho de ida e regresso para o dito cujo, me deixam de rastos. Por isso nem me atrevi a ligar o ar condicionado do bólide, apesar do calor que fazia, mesmo ao fim do dia.

Só o ar quente daquela simpática terra me faria bem, mas o Tinto de Verano, a acompanhar a pimentada de chocos, um gelado da Los Angeles (tão bom como os da Gelvi, ou melhor), seguido de umas Cubas Libres a anteceder o último passo da receita, e aí está o Tio, como novo, quase a estrear.

Acordei muito cedo e antes do pequeno-almoço (uma cava?) lá me consegui arrancar do vale de lençóis e abraçar as salsas ondas. O mar este ano esteve tão bom como na minha terra. Assim vale a pena. Gripe?

2 comentários:

  1. Ó TIO,está em Antilla? Em Espanha? Não é que eu tenha alguma coisa a ver com isso mas...que rica vida...Tem razão com uma vidinha assim não há gripe que o apanhe, agora uma congestão, não sei,não!
    Saúde! :))))

    ResponderEliminar
  2. Maria Teresa,
    Ando semrpe a fugir dela ;) Estive lá até Domingo... Mas já regressei :(
    Obrigado!

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio