sábado, 25 de julho de 2009

Santo Tirso, capital do mau gosto.

Há males que bêm por bem. É mais um aforismo popular que, baseado na experiência deste povo que tão generosamente me acolhe há alguns anos é certeiro e acertado.

Na semana passada, quis a mecânica, ou a electrónica, vá-se lá saber qual destas duas manas (estou mais inclinado para a segunda) foi a causadora, o meu estimado carro resolveu desmaiar na auto-estrada. Precisamente na A3, a 50 metros da Saída nº 5, que, como todos os portugueses com carta de condução sabem, é a de Santo Tirso.

O carro desmaiou e ao fim de algum tempo, cansado de o tentar acordar, agarrei no telemóvel e toca de chamar a assistência em viagem, para o levar para outro lado menos perigoso. Queria trazê-lo para conhecer a serra da estrela, onde tinha que estar ao fim do dia mas, a menina simpática da assistência em viagem, não deixou, porque era longe! Tinha que ser mais perto, ou para a residência do carro. Nada de turismo à custa da companhia de seguros. Então seja para Santo Tirso, foi o que lhe disse. Mais perto era impossível!

Hoje acredito que foi o destino que provocou esta situação, ou a força divina, para quem acredita nessas coisas que me levou a essa bela cidade do Ave. Cidade muito arranjada e cuidada, tem algumas torres junto ao largo do mercado (felizmente ficaram-se por aí e pela entrada da cidade, onde permanecem algumas inacabadas), um parque muito giro, que dá pelo nome de D. Maria e um Hotel com original nome de CIDNAI (para os curiosos e curiosas posso, por email, claro, explicar a origem do nome). Isto era o que conhecia dessa cidade.

Nesse dia fiquei chocado. Enquanto esperava pela biatura (nome que usam lá no concessionário da marca para se referir aos automóveis), fui dar uma volta pela cidade. Qual não foi o meu espanto quando dou de caras com uma série de outdoors, 8x3, dos quais consegui obter esta fotografia:




Acho que nem vale a pena dizer nada, o gesto é eloquente!

O pior foi que os cartazes outros candidatos, não tendo o mau gosto deste, que seguramente bate todos os records, também não eram muito melhores. Um meio bigode, numa fotografia de meio corpo de ombros meio caídos, era de outro meio candidato. Achei que o melhor (entre os piores) era de uma candidata à Trofa, cujo fácies pude ver na rotunda da Auto Estrada. O candidato do Partido concorrente, com cartaz democraticamente afixado ao lado, parecia retirado de um filme de vampiros de produção barata, com fotografias retocadas.
Assim, acho que Santo Tirso tem tanto de bonito como de mau gosto têm os políticos locais.
Sugeria, agora que o termo capital ainda está em uso (bem perto temos A Capital do Móvel), que mudassem o nome para Santo Tirso, Capital do Mau Gosto. Eventualmente, em letras muito pequenas que ninguém possa ler ou, que lendo possa provocar um acidente de viação grave, podiam escrever as habituais explicações e restrições tipo banco ou companhia de seguros: Em campanhas eleitorais autárquicas.

10 comentários:

  1. Se os pedófilos vêm este cartaz... :P

    ResponderEliminar
  2. Caro Tio

    Estou super curiosa em saber a origem do nome.

    Não lembra ao Diabo criar um outdoor como o que ilustra o seu post, ou lembrará?

    ResponderEliminar
  3. Lu.a,
    É de um mau gosto tal, que nunca pensei possível :P

    Maria Teresa,
    O nome, pelo que descobri, é o da povoação visigótica que ali existiu. Não tem nada a ver com uma conhecida cidade da Austrália ;)))

    E só mesmo uma mente mefistofélica se lembraria de um cartaz destes, tem toda a razão.

    ResponderEliminar
  4. Ó meu Deus!!! O outdoor está mesmo muito bem feito, o Sr. candidato parece o Ruca e tudo!!!

    Más línguas!!!

    ResponderEliminar
  5. :) penso que a falta de bom gosto dos políticos locais, não reflecte o gosto dos tirsenses... chamar a Santo tirso, a capital do mau gosto, é no mínimo, de péssimo gosto! Santo Tirso tem também muitos atributos, que por acaso se esqueceu de mencionar...

    ResponderEliminar
  6. Eva,
    É mesmo assim, como diz :)

    As minhas desculpas se a generalização do gosto político (ou falta dele...) a ofendeu, ou a qualquer natural dessa bonita cidade.
    Mas acho que a frase:
    "Assim, acho que Santo Tirso tem tanto de bonito como de mau gosto têm os políticos locais" no texto pode, de alguma forma, clarificar a situação.

    Está visto que tenho de fazer outro post clarificador!

    ResponderEliminar
  7. "A Vila de Santo tirso, de pequenina tem graça, tem um chafariz no meio, que dá de beber a quem passa."

    ResponderEliminar
  8. Anónimo,
    E um Tio que faz graça, com o que se passa :)

    ResponderEliminar
  9. Vim ler porque sou "cusca" :))) e quis saber a razão pela qual a nossa Eva se escamou :)))

    Sou tripeira e em parte concordo com o Tio, pelo menos no que refere ao outdoor.
    Também sei da trapalhada dos "bs" pelos "vs" em todo o Norte, especialmente em BRAGA, mas não se pode generalizar mesmo ....

    Uma coisa eu sei. Procurei casa fora da cidade do Porto e acabei na Maia, que era das cidades suburbanas a menos "feia" e acabei em Vila Nova de Cerveira pouco anos após. Porque seria??? :)))

    Beijo

    ResponderEliminar
  10. Ná,
    Cerveira é linda, como quase todo o Norte...Infelizmente houve (e há) uns cretinos que arruínam a beleza das cidades com as construção desenfreada...

    O post era sobre esse cartaz, que é do pior que tenho visto.
    Bjs

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio