segunda-feira, 26 de março de 2012

Homens e Animais



Quanto mais conheço os homens, mais estima tenho pelos animais, foi uma frase do nosso Alexandre Herculano, que recordei quando escrevi o texto sobre o Eu-rico. Hoje sinto-me tentado a concordar com ele, abrindo uma excepção para os perus, frangos e coelhos.

Também não aprecio muito os faisões, nem os pavões. Abomino os pombos que nos cagam nos ombros, na cabeça, onde lhes apetece. As águias também não me seduzem, como também não me animam os falcões. Detesto abutres e outros necrófagos, antipatia já várias vezes aqui registada...

Será que tem alguma coisa a ver com a carne branca, ou apenas com a parecença que esses animais têm com os homens?

10 comentários:

  1. Coitados dos pavões, dos abutres,... ao pé dos homens... são uns anjinhos.
    Uns só querem sobreviver, outros enriquecer à custa dos da mesma espécie... e nem preciso dizer quais são uns e outros ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isa,
      Tens toda a razão! Coitados dos animais, já o La Fontaine lhes atribuía comportamentos de pessoas!
      Bjs

      Eliminar
  2. Só pode ser ^^
    Os homens têm cada vez mais penas ...

    Só me riu.
    Faz-me bem vir aqui.

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fernanda,
      A não ser o Perdigão que perdeu a pena... ;-)

      Ainda bem, a ideia é essa mesmo!
      Bjs

      Eliminar
  3. Peço desculpa, mas estive um tempão à espera ... sim! que o comentário entrasse ...
    entretanto ^^ reparei que a vizinha de cima é exactamente a sua cara, ou será impressão minha?!

    Outro
    Ciao

    Saio sem cara ....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Juro que não tenho nenhum sistema de "comentários em espera"!!!!
      Será que estou a ver a dobrar? Só bebi um copinho de Duas Quintas ao jantar...
      Bjs

      Eliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio