quinta-feira, 14 de abril de 2011

O Rinoceronte da Gestão

De todos os animais da selva, o rinoceronte é dos mais estranhos. Tem uma carapaça tipo armadura medieval, que nos pode remeter para histórias de cavaleiros medievais, condes, duques. Os cornos são dois, parecendo ser óbvia a origem, mas como estão um à frente do outro reforçam a ideia da lança na mão do cavaleiro…Também há rinocerontes sem cornos, mas são raros.

Normalmente é pacífico, mas se sente ameaçado investe, bruscamente, para onde estiver virado e continua na mesma direcção, levando tudo à frente, seja o que for que estiver no caminho. Não adianta distraí-lo, que não muda de direcção.
O rinoceronte juntamente com o leão, o leopardo, o elefante e o búfalo, constituem os chamados big five. Pena não incluir o Hipopótamo e teríamos os big six, um pouco como antes tivemos as big six e com a fusão da Price Whaterhouse com a Coopers também passámos a ter as big five: Arthur Andersen, PricewaterhouseCoopers, Deloitte Touche Tohmatsu, Ernst & Young e KPMG. Depois do furacão da Enron, nada ficou na mesma e passámos para as big four: Deloitte, a PricewaterhouseCoopers, Ernst & Young e a KPMG.

Mais pela astúcia do que pelo pequeno formato, retiramos ao nosso grupo de animais selvagens o leopardo e também ficamos com os big four. Na selva de betão, exactamente como na selva africana…

O nosso gestor rinoceronte também é um peso pesado, reveste-se de uma armadura de cavaleiro medieval, armado com os pergaminhos familiares que remontam, no mínimo, a D. Afonso Henriques. É pena que não tenha aprendido nada com a história de Egas Moniz, mas paciência, é como no passado, uns têm a fama e outros o proveito. Neste caso uns pavoneiam-se e outros têm o mérito e a honra…

O comportamento destes gestores é muito semelhante ao do animal com cornos acima do nariz, que lhe dá o curioso nome. Parece calmo, mas de repente, por qualquer razão, investe (não confundir esta palavra com qualquer atitude que implique alocar recursos financeiros a projectos). Investe, mas numa direcção, sem olhar para o que se passa à volta ou para onde vai. Investe à força toda, qual besta cega obcecada com uma qualquer coisa, real ou não.

Teimosamente persegue o fantasma que acredita verdadeiro, nada o faz parar, leva tudo à frente, e dificilmente se cansa…Os amigos dizem que é compromisso e dedicação, mas é apenas teimosia e cegueira de quem não consegue ter uma perspectiva do mundo e da empresa.
Serão birras, serão obsessões? Só um psicólogo especializado neste tipo de animais poderá dizer. A mim fica-me a certeza que, pelo seu comportamento e porte, estamos em presença de grandes bestas.

12 comentários:

  1. A minha especialidade tio, é a sexologia clínica, (humana...)e não o comportamento animal... mas posso dizer que provavelmente tens razão. Aliás, arrisco a dizer que vês até muito bem! Mas eu também não costumo andar pela selva em que te moves... mas nem por isso deixo de ver grandes bestas!! :) beijinhos

    ResponderEliminar
  2. lol E pensava eu que estavam em vias de extinção...Vamos nós primeiro...

    ResponderEliminar
  3. Primeiro penso que os rinocerontes devem ter grandes problemas com as rinocerontas lol... mau sinal...os de cabeça leve... serem poucos lol

    Quanto a esses gestores da selva de betão... disseste tudo o que há para dizer... são mesmo umas bestas mas... um verdadeiro perigo e já conseguiram destruir quase tudo...

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Eva,
    Parece que bestas há em todo o lado... Não faço a minima ideia da vida sexual destes animais, mas a avaliar, pelos exemplares femea dessa espécie, deve ser pouco interessante. Vão directos ao assunto :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Isa,
    Pois é, onde passam não fica nada!
    Um mdeserto...
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Bestas com poder real.O pior é que não é só na gestão de empresas.

    ResponderEliminar
  7. Que pena o rinoceronte da gestão não estar em vias de extinção...

    ResponderEliminar
  8. FMF,
    Pois é! Parece que andam em todo o lado, infelizmente!

    ResponderEliminar
  9. ESpeCiaLmente GaSPaS,
    São mesmo fofinhos...Se fossem de peluche ainda seriam mais...
    :))

    ResponderEliminar
  10. Caro Rafeiro,
    Bem dito! MAs a selva vai acabar e eles vão continuar...

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio