quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Preservativo português

“A inteligência apertada discorre” é um conhecido aforismo que as recentes medidas de contenção tornam mais actual…Por outro lado, é cada vez mais premente a necessidade de conservar, de poupar, em detrimento do consumismo desenfreado. Esta tendência é mais marcada nos que vivem do seu ordenado sem as chorudas benesses de alguns (e já são tantos), privilegiados da nomenclatura actual.

E o Tio, não é excepção: É português, também usa de alguma contenção e sobretudo é sensível à protecção do planeta terra. A solução encontrada para proteger a ligação com o mundo durante mais um curto período de férias foi esta. Não registei a patente…

2 comentários:

  1. Esses conheço bem, até servem para congelar os joaquinzinhos, guardar a carcacinha, só vantagens :)))
    Mas servir para guardar a ligação com o mundo, nunca me lembrei...
    Será que para além de nos roubarem o que temos na algibeira... também já lhe roubaram o bolso ;)))

    Bjos

    ResponderEliminar
  2. Isa,
    São esses mesmo...E para colocar umas sandochas também dá (não convém é que tenham muita manteiga, ou não dá para reutilizar...)!!
    E não fata muito para nos tirarem o bolso, calças e etc..
    Beijinhos (enquanto não pagam imposto)!

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio