quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Namorados a 12 euros

Escamotear (para começar um post com uma palavra cara) parte de uma realidade, retirar uma frase do contexto, deliberada e intencionalmente apagar palavras de uma frase, tem como consequência que a realidade descrita, ou o sentido da frase possa ficar diferente da intenção inicial de quem a proferiu, ou escreveu...

Eventualmente alguns políticos poderão, pelos seus imensos afazeres, ser obrigados a ler na diagonal, deixando escapar algumas palavras nos textos e depois, claro, pobrezinhos quando querem repetir o que leram enganam-se e, sem intenção, acabam por dizer coisas que não são exactamente verdadeiras... Outras vezes são os mauzões, nem sei para que lhes pagam, que fazem os discursos, que se enganam! E fazem enganar os outros...Tudo sem intenção, claro.

Mesmo os vendedores de automóveis já não enganam os clientes...Os carros é que são cada vez mais novos e estão em melhor estado. O quê? Ligou "à máquina" e acusou 300.000 km? Não pode ser! Reclame!

A comunicação publicitária recorre frequentemente à hipérbole para atrair a atenção de quem lê. A intenção não é enganar. Estou a falar a sério...Enfim, haverá alguns casos desses, e alguns de muito mau gosto, mas não é a generalidade, garanto.

E foi o que aconteceu. Lá me preparava para escolher um sítio para ir com a "mais que tudo" neste próximo dia dos namorados, quando dou de caras com o mail dos namorados a 12 euros...Fiquei preocupado com essa abaixamento brusco dos preços! Seria 120? Mesmo assim...Concorrência desleal, mas nem tanto! Em cheque? Seria para o pagamento?

Lendo atentamente percebo que era a partir de 12 euros, por noite e por quarto...E tinha saltado algumas palavras, como seja "mês dos" e, o invariável "desde"...

Sim, foi aqui...E há muitas propostas que valem a pena!

5 comentários:

  1. Namorados a 12 euros...
    Se lesse isso, a primeira coisa que me viria à cabeça era... "Só?? Deve ser em segunda mão ou então... tem defeito" ;)
    Sabendo que se trata de um quarto, apetece-me perguntar "o namorado está incluído no preço?"...
    Desculpe a parvoíce, mas apeteceu-me "delirar" :)

    *Bons ventos!

    ResponderEliminar
  2. Arisca,
    Não tem que pedir desculpa, a ideia é essa. É brincar!
    Quando li o texto, pensei no plural (namoradas e namorados), por isso não me ocorreu a possibilidade de serem com defeito...Parece que está muito na moda. Às tantas é isso!!!

    E obrigado pela tua visita!

    ResponderEliminar
  3. Desconfio que os 12 euros dê para a noite inteira????Hum!!!! Cheira-me a "esturro"...Podia chamar-lhe outra coisa mas... enfim!
    Abracinho

    ResponderEliminar
  4. Oh Tio, sabe que ler desse modo, também é um acto falhado, rrrssssss ora vamos cá ver as interpretações psicológicas que eu poderia retirar daqui, :)) Seria um desejo inconsciente de oferta... ou de procura, rrrssss Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Maria Teresa,
    Será publicidade enganosa?
    Bjs

    Eva,
    Freud, sempre o Freud... Fehlleistung, foi o nome que ele usou para estas situações! Procura ou oferta, são duas linhas que nem sempre se encontram no lugar desejado :(
    Gostei do teu diagnóstico!!!
    Bjs!

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio