segunda-feira, 18 de junho de 2012

Traumatismo Ucraniano


Este tipo de trauma acontece em situações muito especiais e tem vários níveis de gravidade. A primeira variante acontece quando, num bar, boy meets girl que fala bem o português, mas com forte sotaque do norte da Europa. A conversa flui, o bar fecha e o que se faz a seguir? My place, your place? Escolha errada! O boy está todo enrolado na miúda, nem se apercebe da chegada do irmão, primo, tio ou pai da mocinha. Vai na volta apanha uma carga de pancada que o deixa todo partido. Fica com uma imagem confusa, do que aconteceu quando passado umas horas acorda no chão, numa rua onde não se recorda de ter passado. Este é um traumatismo ucraniano de tipo 1

O traumatismo ucraniano de tipo 2, dá-se quando um curioso, deslocado do seu país para ver os jogos do europeu de 2012, decide experimentar o online dating nos dias de intervalo dos jogos da selecção. Sem saber dele, os amigos ligam-lhe mas o telemóvel vai para mensagem, a caixa das mensagens fica cheia e ele nunca mais aparece…

Finalmente o traumatismo ucraniano de tipo 3, o mais grave de todos. Estás num café, calmamente à espera de alguém, com quem vais sair. Percebes que há um jogo de futebol na televisão. O jogo é no Estádio Melallist. Portugal está a jogar e a perder por um golo contra a Holanda. Ouves um grito em uníssono, adivinhas que Portugal meteu um golo. Quando te viras, ainda tens tempo de ver um bule de ferro, pesado, a vir pelo ar. Sentes uma pancada na cabeça, que te deixa sem sentidos. Acordas no Hospital e dizem-te que partiste a cabeça…

20 comentários:

  1. Para quem até diz que não gosta, andas a falar muito de futebol ultimamente!!
    Também sofreste algum traumatismo ucranianao que te fez gostar mais de ver o esférico rolando sobre a relva!??
    (hehehe)

    Beijinhos destraumatizantes!! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, mas o futebol irrita-me mesmo. O país pára durante os jogos!
      Esse traumatismo do esférico rolando sobre a relva seria mais o brasiliano ;-)
      ;-)
      Beijinhos sem bola

      Eliminar
  2. Tio, foste alvo d'algum traumatismo, tipo 3 talvez??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quase...Quando meteram o golo, até pensei que o café não aguentava o grito!
      :-)

      Eliminar
  3. Olá Tio do Algarve

    Muito bom e cheio de bom-humor, e bem necessitados estamos.

    Adorei, vou sair de fininho para não sofrer algum do tipo 4 ou mais...

    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro António,
      O grau 4 é o mais perigoso...
      ;-)
      Abraço

      Eliminar
  4. Manuela Baptista,
    Esse foi um traumatismo de grau 11 na escala de Paulo Bentichter...
    ;-)

    ResponderEliminar
  5. Puxa, ainda bem que não gosto de futebol :))

    beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fê!
      Responder por email dá nisto...ÀS vezes salto :-(

      Eu também não gosto, mas agora ainda menos...
      Bjs!

      Eliminar
  6. Hola amigo!

    Entâo, muito cuidado com a empolgação em terra alheia, rs.

    Juro que vou ficar atenta.

    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vitalina,
      Sim é preciso ter cuidado em terras alheias :-)
      Fique atenta e volte quando quiser
      Bjs

      Eliminar
  7. Huuummmm... Acho que andas a ver filmes a mais!!! :P

    ResponderEliminar
  8. Respostas
    1. Mster Charmoso,
      bem vindo! Cuidado com as ucranianas, os namorados delas e os bules voadores!

      Eliminar
  9. O último traumatismo me parece mais do tipo URANIANO. Esse bule não era de ferro mas sim de urânio. lololololololololol=)

    ResponderEliminar
  10. Fiquei informada de que existem vários tipos de trauma, rrss

    Saudações

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio