quarta-feira, 6 de julho de 2011

Angelena de Troika

Minha cara Angelena,

Toda a gente te ataca por causa daquela questão ateniense! Sinto-me no dever te escrever para dizer que estou solidário contigo e vou passar a defender-te, publicamente. Não sei se por esta costela judaico-cristã (que me dói, com frequência), se uma por outra costela qualquer, mas não importa. Também detesto os atenienses, e talvez seja essa a razão. Não interessa. Vou passar defender a tua honra e assumo.essa missão.

Dizem que és dura, desconhecendo o teu amor por Paris, esse guerreiro de origem plebeia vindo da Lusitânia, que te andou a arrastar a asa às escondidas e te conseguiu convencer a acreditar dele…E de tal forma que tu, que tinhas uma vida espartana, te tornaste perdulária, emprestando dinheiro a Paris, sem a esperança de o receberes… Como tu bem sabias, se a quantia for grande o problema deixa de ser de quem deve e passa a ser de quem empresta… Ficaste com o problema de Paris, por amor, e em troca apenas querias uma viagem no ICE, que os povos do sul da Europa insistem em chamar de Tau Gama Beta … Já não basta chamarem comboio, em vez de caminho-de-ferro, ainda insistem nesse nome franciú para o dito!! Imagino-te a cantar com essa voz doce: Oh Eisenbahn, Oh Eisenbahn wie grau sind Ihre Blätter und Ihre eisenbahnwagen… Oh Eisenbahn, Oh Eisenbahn, mein liebe ICE… A música claro que é a do "O Tannenbaum", porque o comboio eléctrico era uma prendinha de Natal, bem embrulhadinha…

Que mais posso dizer? Que te imagino numa Oktoberfest, a agarrar em simultâneo, mas delicadamente, com essas mãozinhas sapudas em 10 canecas de litro? Dez girafinhas para a mesa do canto, bitte? Deves ficar bem com o traje da minhota (em Braga também houve uma Oktoberfest), mas o aventalinho e a saia rodada da Baviera é que te ficam a matar!

E o pobre Menelau? Doido com os ciúmes, não querendo começar uma guerra, atira-se à primeira vassoura com saias que lhe passou à frente. Parece que já não era a primeira vez que fazia isso e no novo continente não perdoam. Muito menos à força! Logo nos States… Toca de lhe por umas pulseiras com correntes e de o aprisionarem. Pobre Menelau…Já que não lhe ligas nenhuma, vai ter que arranjar uma Penélope, que lhe faça uns tapetes de lã, até que a crise passe…

Como estão os teus manos? Aquele Castor é levado da breca, deixou-nos com a criança nos braços e foi ter contigo lá para a terra das couves pequenas (também conhecida por Bruxelas, por causa das bruxas), onde engordou e se tornou o rei da bicharada. Polux, não sabe o que fazer com os juros do seu pecúlio. Ora sobe ora desce, mas quando desce, desce menos do que já tinha subido. Não tarda nada vai ser substituído pela tua outra irmã, a Clitemnestra, ministra dos … Ups esta já seria outra história.

E parece que esta luta vai durar mais do que dez anos, de acordo com os astros, até porque lá para o Olimpo, anda tudo em guerra e ninguém se entende. Como dizemos cá na Lusitânia: casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão. Não penses em dizer-lhes para comerem Pretzel, porque não dá. O nó já demos nós, não sabemos é como o desatar. E também não lhes fales nos Souvlakis, porque estão com o espeto na garganta….

E por hoje termino, minha cara Angelena, vou para a Gália participar numa manif a propósito de um outro comboio que querem fazer….Outro Tau Gama Beta!

Beijinhos do Onkel von Algarve.

22 comentários:

  1. Até te dou ideias para títulos de posts e tudo, rrrssss
    Se tu não gostas de atenienses onkel, eu cá não gosto de alemões!! Olha só uma perguntinha... alguma vez recebes resposta a estas tuas cartas?? :)))Queria ver a foto da dita Angelena...só com avental da Baviera (tipo calendário, rrssssss)Era elogiares mais um niquinho e pode ser que tenhas sorte, rrsssss
    Beijo!

    ResponderEliminar
  2. Eva,
    LOOOL...Pois foi no teu comentário que referiste os troikanos que me surgiu esta ideia...É um desenvolvimento do "Elo Perdido". Espero que quando se fizer a produção desse calendário (...)esteja prevista uma verba para epilação. Se bem que no caso talvez se pudesse usar um corta relva. É melhor não aprofundar o tema...

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Aprofunda, aprofunda...Condirá com a profundeza do buraco!

    Tio, sabes conjugar "condizer"? Raio de verbo mais estapafúrdio!

    ResponderEliminar
  4. Começam assim os romances... cartinhas doces e depois... casam lol
    Aquela do nó... foi tipo dica escondida para a Angelena? ;)


    Bjos

    ResponderEliminar
  5. Pseudo,
    Conjugar o verbo condizer! Boa...E está bem vista essa questão do buraco. Nunca mais chegamos à rocha firme. É só lodo que aparece.

    ResponderEliminar
  6. Isa,
    Love is the air, mas não para esse lado... (que perspicaz!)

    O nó que nos deram é um nó cego, comoaqueles dos Pretzel, na massa. depois de feitos não há como sair deles.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Onkel von Algarve :)

    Se o meu amigo enviar esta carta, ainda vamos ver a Angelena a dançar o corridinho...algarvio :))

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. A Angelena (que não Jolie) é mesmo uma?


    Tens a certeza?






    Excelente o teu texto.

    ResponderEliminar
  9. Andei à procura do vídeo do carrão branco com luzinhas a piscar nos retrovisores onde ia o nosso coelhinho e que vi por duas vezes nas notícias, ontem ou anteontem, mas não encontrei... mas aquele, se calhar, para poupar, foi só emprestado ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  10. Uma carta muito sentida... lol lol lol

    Estou a adorar!

    ResponderEliminar
  11. Fê,
    Vou tentar enviar, ms só para a ver dançar o corridinho! Pode ser que dê embalagem a quem que correr com ela ;)
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. M.,
    Boa questão! Às tantas temos um fenómeno "Artilharia einz Strasse"...em versão beta. Que não é Jolie temos a certeza. O resto é melhor ficar na dúvida ;)

    ResponderEliminar
  13. Daniel Antunes,
    Obrigado pela visita, volta sempre. Se ela me responder, já prometi que publicava a resposta...

    ResponderEliminar
  14. Isa,
    Obrigado. Tenho que começar a ver as notícias do nosso país...
    Adorava ver esse carro com as luzinhas a piscar. Achas que o branco terá alguma coisa a ver com a cor do cavalo branco do Monsieur N.?
    Bjs

    ResponderEliminar
  15. Tenho cá a sensação que se calhar vai haver resposta...

    ResponderEliminar
  16. Daniel Antunes,
    Vamos ver...Não sei é se a posso revelar. Com o ue tem acontecido nos hotéis até tenho medo de ir de férias ;)

    ResponderEliminar
  17. Pois é tio, tenho um handicap (não posso ser boa em tudo lol)... isto de não perceber nada de marcas de automóveis é uma tristeza... só consegui ver que era grande, sofisticado e, de certeza, super caro ;)
    Quanto à do cavalo... realmente é difícil saber a cor... do cavalo branco de Napoleão lol lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  18. Isa,
    Não tem mal. A cor é que era importante. Os carros são os cavalos e burros modernos...Por isso alguns condutores são cavaleiros, outros carroceiros e outros ainda sentem-se imperadores...
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Desculpem estar a meter-me na conversa mas essa dos condutores serem cavaleiros está muito, muito bem vista. Devo confessar que adoro carros. Pena não ter um daqueles burros modernos com 500 cavalos.

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  20. Daniel Antunes,
    És sempre bem vindo...Para dar de comer a esse 500 cavalos não deve ser fácil, aos preços que anda a ração liquida!

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio