sexta-feira, 23 de julho de 2010

Legislação sobre biomassa? Biomassa de Legislação!

A sanha legislativa deste governo chegou à biomassa. Como se ainda não tivéssemos legislação suficiente sobre todos os assuntos e mais algum, chegou a vez deste importante recurso natural. Vi a notícia, em rodapé, enquanto olhava distraído para as pernocas da comentadora de economia do Jornal da Manhã, da SIC Notícias e por isso é possível que me tenha escapado algum detalhe (da notícia, claro). É de salientar este hábito das entrevistas em sofás baixos, onde a câmara vai percorrendo as entrevistadas.

Enquanto detinha os olhos nos pormenores, outra notícia passa, precisamente em cima dos joelhos da comentadora (para quê tanta aquela barra encarnada, tão larga no oráculo?): Governo estuda a possibilidade de rever os preços das energias alternativas. Acho que esta é a forma ideal de dar notícias. Um fundo interessante, umas letras a passar e o efeito na nossa percepção é completamente diferente…

Para acabar os 5 minutos de notícias eis que chega o yoga do riso numa cadeia das filipinas. Fantástico. Presos, guardas, tudo a rir, em gargalhadas desenfreadas muito mais descontroladas do que se ouvissem o nosso primeiro a falar espanhol ou inglês técnico (penso que ainda não se atreveu a tentar o francês. As pernocas é que não voltaram ao ecran…Ah! The last, but not the least: A JP Sá Couto vai fazer uma fábrica em Angola. E a comentadora, bolas?

Fui forçado a concluir, sem poder terminar a atenta observação das notícias que:

1. A comentadora ainda não foi à praia, este ano
2. A m. talvez venha a pagar imposto ou a ser subsidiada, dependendo de quem a produz…
3. Os boys das eólicas já se encheram de massa, agora querem transformar a m. em ouro
4. Todo a legislação produzida sobre energias alternativas é uma biomassa, mas a dita cuja ainda não esta legislada.
5. O riso ppode ser uma terapia, barata, no meio da biomassa em que estamos atolados
6. O MIgalhães vai passar a chamar-se Merdalhães, em países lusófonos

Ficamos a aguardar com grande expectativa as portarias regulamentares. Eu é que vejo cada vez mais biomassa à minha volta e tenho menos massa na carteira.

4 comentários:

  1. No meio dos meus novecentos e tal posts dei essa ideia de aproveitar a m**** agora roubaram-me a ideia da biomassa e não vou receber um euro ;)))))

    Isso de pôr as pernocas da apresentadora, no meio de notícias sérias é para distrair os homens, no intervalo dos futebóis, assim, nunca lhes dão a oportunidade de utilizar o cérebro :))))

    Quer ver que ainda vamos ficar mais pobres e nos obrigam, cheios de fome, a produzir mais biomassa lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  2. Olá ISa,
    Se calhar foram os serviços de espionagem do Socras! Já estavam publicados? :)))

    Levantaste uma questão pertinente...Se não comemos, como é que vamos produzir mais biomassa?

    Cérebro? Penso que já usei mais essa peça...Se não fosse aqui o cantinho, já estaria enferrujado.
    LOL
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Há muito tempo que já estavam publicados e até ensinei a levar desses WCs, com rodas, para outros países da UE e aproveitar a biomassa que fazem por lá e, depois, revendê-la em forma de energia.
    Ora só a quantidade que deve fazer um Barroso e de um Constâncio... dava para iluminar Bruxelas lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Isa,
    Tem toda a razão! E se instalarem nas empresas públicas (as poucas que ainda vai havendo) poupava-se uma data de massa em energia!
    E desculpa se parece plágio, mas não reesisti à noticia da manhã...
    Bjs

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio