quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

A vida é como os interruptores

Desconheço o autor desta frase, que tem graça. Ao googlar (é a primeira vez que uso esta expressão) vou dar a um blog com um nome girísssimo. Desconhecia que era do Herman José, deve ser dos tempos em que tinha mais graça, sem tanta brejeirice...

Mas entretanto, sem querer fazer um tratado sobre o tema, apareceram os potenciómetros, que também são interruptores e vão girando até ficar no máximo, ou no mínimo. Mais soft, a passagem...E por isso resolvi ficar um dia em casa, para evitar passar do tudo em cima para o tudo em baixo...

Mas há situações mais complexas. E é verdade que às vezes é preciso ter a chave certa para perceber o Tio. Que me desculpem os meus leitores e os que me aturam no dia-a-dia...


Vá se lá saber o que escolher, para despertar a luz da sonolência matinal...

10 comentários:

  1. Brejeirice? qualquer coisa vinda do Herman na nossa televisão, perdida como está no desconteudo, mesmo que seja mais brejeira, tem um substracto de inteligencia... Queria ter o herman de novo num talkshow na rtp, misturante humor e musica...ele é o unico que fala seis linguas na tv nacinal e que ja tem mais tempo de tv que muitos apresentadores que estao agora no ar têm de vida. Nas grandes civilizações sempre foi a voz da experiencia que falou mais alto e instigou o avanço. Porque não fazemos o mesmo?! enfim...

    ResponderEliminar
  2. Esta moda de reduzir 35 anos de criatividade a BREJEIRICE é duma injustiça... "A vida é como os interruptores, ora para cima, ora para baixo" é do programa Humor de Perdição, CENSURADO na TV pública em 1988 porque era... "brejeiro" e "ofendia os valores nacionais..." Há 21 anos que esse argumento serve para tudo. "Fino" é o quê ? Ter o "5 Para a Meia Noite" a dizer que vai buscar musgo para o presépio à vagina da D. Eunice Muñoz ?

    ResponderEliminar
  3. João Mariano,
    Obrigado pela tua visita. Não quis dizer qua na brejeirice não tem graça, nem retirar qualquer valor ao HJ! Mas toda a gente tem dias melhores e piores e ninguém é excepção. Vejo pouca TV, mas tenho saudades do Tal Canal, Humor de Perdição, etc! OK?

    ResponderEliminar
  4. Mafalda,
    Penso que a resposta ao João Mariano já esclareceu um pouco o que quis dizer. Não confundo brejeiro com ordinário, apesar de às vezes o excesso de um roçar o outro... Mas o que é a vida sem um bodinho de pimenta?
    Essa do musgo é ordinária!Desconhecia em absoluto.

    E obrigado pela tua visita!

    ResponderEliminar
  5. :)) Gostei do teu mote dos interruptores. Deve ser difícil o convívio no dia-a-dia com um homem com tantos interruptores diferentes,rrs. E se ligamos o que tinha função inversa à pretendida?? oopsss... Por essas e por outras, é que não dou certas chaves (para além da que ficou na Póvoa), a ninguém... Beijinhos

    Já agora, um aparte para os defensores acérrimos do Herman. Também tenho saudades do Tal canal... mas o homem já teve melhores dias... Talk show?? Nunca vi ninguém com tanta falta de jeito para apresentar um programa, desrespeitar convidados, ou concorrentes, de tão cheio de si próprio. Não basta falar várias línguas e ser bom humorista(que ninguém lhe tira), para apresentar um programa. Assim como não basta ser actriz... ou pseudo-humorista como os que vemos por aí. Se não tivesse cabo, sinceramente, deitava a tv pela janela fora...

    ResponderEliminar
  6. Eva Gonçalves,

    Acho que não estamos a falar da mesma pessoa...
    Será que estamos ambos a falar do Herman que teve no ar, durante 5 anos o talk Show/Concurso Parabéns? que teve 2 anos o talk Show Herman 98 e 99? que teve 6 anos o talk show Herman Sic? e todos com enorme sucesso?! Será que estamos a falar do mesmo?! Do Herman pelo qual pergunta , em 2009, Jamie collum se ainda tem programa de tv porque seria o unico "sitio televisivo" ao qual iria?! deste Herman para o qual os politicos ( de TODOS os partidos) vocacionavam a sua preferencia a ir dar uma entrevista, preterindo os programas de informação?! Deste Herman para o qual Sting aterrou em lisboa só para ir ao seu programa?! Deste Herman que recebeu Roger Moore,( indicado pelo amigo Cristopher Lee que ja tinha estado com o humorista no seu programa parabens) que fez questão em vir à nossa televisão, sem receber um tostão?! Acho não, são factos a mais. Se fosse assim tão "desrrespeitador" e "sem jeito", duvido , minha cara que fosse tão elogiado e querido DURANTE TAnTOS ANOS na televisão, por figuras tanto nacionais como internacionais!

    ResponderEliminar
  7. Eva,
    Só às vezes...LOL. Também tenho boas recordações da Póvoa de Varzim, apesar de já enferrujaditas. Deve ter sido o frio da água do mar que as estragou!

    ResponderEliminar
  8. Eu não vou botar discurso depois de tantos...
    Eu escolho o interruptor que dá menos trabalho accionar, o 2º a contar da direita (parece-me, ou será o ???):):)
    Abracinho

    ResponderEliminar
  9. Maria Teresa,
    Tem toda a razão, o segundo a contar da direria ou da esquerda são os melhores...

    ResponderEliminar
  10. Ah, Janeiro de 2010. Adiantaste-te a mim a escrever sobre a degradação doHerman... lol

    Estive a ler os comentários e há por aqui uns defensores dele. Com excepção da Eva Gonçalves, que foi quem disse as coisas como elas são.

    Eu ainda não apanhei groupies destes.

    Quanto aos convidados que vão aos deploráveis talk shows do Herman Jose´, eles vão lá porque são pagos, não porque tem uma demanda artística.

    Se querem ver como se fazem entrevistas, vejam o Conan O'Brian, ou até os Gatos Fedorentos.

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio