sábado, 29 de dezembro de 2012

O clítoris na garganta



Há bem pouco tempo, numa semana que aparentemente iria ser igual a tantas outras, precisamente numa Segunda-feira de manhã, fui forçado a abrir o Explorer. Fui brindado, como tantos utilizadores do Explorer e do Google, com um doodle, alusivo à comemoração do nascimento da mulher que ficou conhecida como a primeira programadora, Ada Lovelace

Ada Lovelace, filha de Lord Byron, de acordo com o link que segui, foi a primeira a compreender a máquina analítica de Charles Babbage e a escrever um programa que poderia ser utilizado por essa máquina. O nome Lovelace, que despertou a minha atenção, fez-me no entanto recordar outras máquinas, outros projectos e outras formas de utilização do instrumento…

É evidente que estou a falar do original de Garganta Funda, filme mítico que, mais do que uma geração, marcou toda a indústria do cinema porno. Foi o filme pornográfico que gerou mais receitas e em que provavelmente os actores e a equipa técnica foram mais mal pagos… Haveria ainda a considerar uma vertente pedagógica, muito importante nestas questões, mas de difícil quantificação…

A história, é simples. A protagonista insatisfeita com a sua vida sexual e frustrada por não conseguir atingir o orgasmo, a conselho de uma amiga decide consultar um médico que, depois de alguma investigação lhe revela que tinha o clítoris na garganta… Daí o desenvolvimento da acção. O filme é de 1972, suponho que tenha chegado a Portugal no pós revolução de Abril, como muitos outros desse cariz, mas sem o impacto deste.

Recentemente foi recordado este marco, com o Inside DeepThroat, um documentário, quiçá um making of, que ainda não tive oportunidade de ver.

Muito mais tarde, a actriz que acabou por ficar com o nome da sua primeira personagem, revelou ter sido uma vítima do seu marido que a teria forçado a essa carreira. Libertada desse jugo, dedicou a sua vida a denunciar práticas dessa indústria tão peculiar, defendendo as actrizes envolvidas. Morreu há alguns anos, mas a sua marca, quer da primeira fase da sua vida, quer da segunda, ficou. Está a ser rodado um filme sobre esta mulher, usada e abusada pela indústria pornográfica, que se prevê venha a público em Maio de 2013…

Ora, e este ora tem tudo a ver com oralidade, os nossos políticos, doutores de especialidades duvidosas, que tanto gostam de discursar para as câmaras, agarrando o microfone com tanta sofreguidão, repetindo-se tantas vezes quantas se contradizem, como que discursando não em círculos, mas em ovais que se afastam e aproximam do centro em ritmos tão enérgicos quanto cadenciados, não terão também algum prazer, menos publicamente confessável, neste constante discursar televisivo? Haverá afinal uma verdadeira base científica na estranha anatomia de Linda Lovelace, que se revela nos nossos políticos discursantes? Não sei, mas não tenho dúvida nenhuma que a actividade política está cada vez mais pornográfica …

2 comentários:

  1. Confesso que nunca vi o filme nem lhe conhecia a história.
    A associação que fazes é deveras propositada.

    Mas, a maioria dos nossos politicos são homens logo não possuem esse 'ponto' feminino.
    Terão outra coisa?

    beijo e Cuida-te!

    ResponderEliminar
  2. Pérola,
    Acho que o título do post assustou as minhas leitoras e leitores... Pensaram, o Tio lá deu para o torto e agora vai começar a ser grosseiro...Enfim, não era essa a ideia, por isso agradeço que o tenhas lido e, mais ainda, comentado. Vou reeditar o post com resumo/abstract, para que alguém mais o leia e perceba a mensagem.

    Esse filme é um épico desse género cinematográfico e a história da LL também merece ser conhecida, para além das questões ligadas aos direitos do filme que rendeu milhões de dólares a quem ficou com os direitos, por "cedência" dos detentores legais....

    Respondendo à tua questão, os políticos (excepto eu, que me retirei aos 25. Enfim haverá outros...) assumem tantos papéis que mais um não lhes faz diferença. Para manter o poleiro fazem tudo, neste caso até podem assumir o seu lado feminino, fazer um transplante... Engolem sapos, gatos, galinhas, elefantes, o que quiseres, por isso essa questão anatómica é apenas um detalhe... Como dizem os nuestros hermanos, "no tienem huevos", por isso talvez tenham, esse botão mágico, mas na garganta...Eles gostam tanto de falar...

    Olha o nosso licenciado em 2 meses não foi passar o Réveillon ao Copacabana Palace com os seus amiguinhos que nos custaram tão caro? Lá no Brasil, há de tudo, quem sabe, né?

    Beijão para ti

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio