quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

O verniz estala, mas também entorna...

Regressava do Porto para Coimbra, com pena de regressar, mas tinha que ser...O Sol também tinha regressado nessa manhã e estava um dia lindo.

Do outro lado do corredor uma executiva, com óculos de sol grandes, dominava o seu portátil
com firmeza e destreza. Eu estava dominado pelos solavancos e pelo Excel. É fantástico na linha do Norte tentar trabalhar no Excel. Arrastar, usar o preenchimento automático e outras facilidades do Excel, são um verdadeiro exercício de destreza e domínio (não confundir com dominação).

De repente parou. Um telefonema e deixou o PC por instantes... Até que tirou um frasquinho de verniz de unhas, vermelho forte e o colocou ao lado do portátil. Eu continuava a tentar qualquer coisita com o Excel.

A minha viagem também era curta e já estava cheio de curiosidade para ver se a destreza com as teclas tinha correspondência com a destreza no uso do pincel.

Pintar as unhas também é um gesto de sedução, mas naquele lugar? Outro frasquinho, um disco branco e começou a tirar o verniz anterior que era transparente. Que contraste...Que mudança. Um simples detalhe e muda tudo…

A curiosidade começou a invadir-me e pensei até nem sair no destino, continuar para o destino habitual, para acompanhar esta experiência única...

Mas foi rápida essa primeira fase, que também envolveu uma lima de unhas (estava completo o kit). Eis que começa a pintar e o Tio que já tinha desistido do Excel começa a imaginar como vai acabar a sessão...

A cor era forte, sensual e a bom ritmo lá ía ficando completa a mão esquerda, quando de repente toca o telefone, outra vez!

Foi o caos, o frasco caiu, sujou os dedos e por pouco não sujava também o fato, o portátil e o telemóvel. O vermelho espalhou-se, mas de forma contida, sem grandes danos. Que destreza e reflexos, enquanto falava ao telefone...

Realmente quem sem lembraria de telefonar enquanto, numa pacata viajem de comboio, para aproveitar o tempo se pintam as unhas e se vão respondendo a uns emails? Invadido por um forte sentimento de solidariedade, desejei-lhe boa viagem e boa sorte para a mão direita...

Foi curtíssima esta viagem!

2 comentários:

  1. Virtual amigo, com treino tudo se faz! ahahahah

    ResponderEliminar
  2. Olá Veruska, pois parece que sim ;)
    Obrigado pela tua visita! Está um frio terrível aí pelo Algarve...

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio