sábado, 7 de janeiro de 2017

Oração dos Gestores




Como homem de fé, tenho que recomeçar estas crónicas, com uma oração. A oração dos gestores profissionais. Para os que já me conhecem, sabem que vou buscar inspiração à realidade do dia-a-dia, que tem mais fenómenos surreais do que muitas histórias de ficção científica.

E como hoje é dia de Reis – todos os outros são dedicados às Rainhas, aqui vai a minha oração:
Peço paciência para suportar os dislates dos que mandam mais do que eu, e peço resistência para não me rir perante tanta estupidez. Mais ainda, peço força para aturar as mulheres deles, com tempo livre e sem outro entretenimento que não seja chatear os que trabalham entre 12 a 16 horas por dia.
Não posso pedir que arranjem um amante – para utilizar a terminologia delas – pois isso não seria correcto. Peço pois que arranjem outros interesses, sejam eles em forma de homens, ou mesmo de mulheres,pois não sou sectário, nem defendo a criação do cartão de cidadoa. Também se poderiam interessar, essas senhoras pouco ocupadas, com a caridade. A caridade já não é o que era, mas era e desculpem a repetição forçada, uma excelente ocupação e sairia muito mais barato às empresas, já que a canasta está um pouco em desuso.

Peço ainda a inteligência necessária para compreender os objectivos escondidos atrás – sim, queridas é mesmo com s – do envio de montes de emails e a paciência necessária para evitar responder a todos, com um simples email automático, com um texto profundo, do tipo: “Please do not disturb, I’m working”.

Enfim, não posso pedir que me deixem trabalhar, pois soa a cavaquismo distante e bacoco, mas, por favor, deixem-me continuar entretido nestas tretas do trabalho e deixem-me também um tempinho para postar no meu blogue., mesmo que after hours.

3 comentários:

  1. A caridade é só para alguns. Porque razão os bilionários adoram a caridade? Porque é bastante lucrativa.

    ResponderEliminar
  2. Andamos a brincar às empresas e à caridade também. Somos dos menos produtivos da Europa. a responsabilidade é da gestão. E de quem faz as leis que é preciso quase ser advogado para as interpretar.

    ResponderEliminar
  3. As leis são feitas pelos grandes escritórios de advogados precisamente para serem inescrutáveis. Só quem puder contratar esses mesmos escritórios poderá servir-se das leis.

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio