quarta-feira, 19 de maio de 2010

Incongruências 1

Num dia adiro ao grupo do Facebook, “Quero o 13º Mês, não quero o TGV”. No outro, dava o 13º mês para não ter este políticos que não sabem que o TGV não leva mercadorias, mas que nos levam 5 meses de ordenado, por ano, em impostos. É uma média, mas deixa-me apreensivo...

3 comentários:

  1. Eu estou super apreensiva, preparei durante anos a minha vida pós-reforma, até um seguro de complemento da mesma fiz, que me custou bastante a pagar e que não entrava para deduções de IRS, como era o caso dos PPR, todos os meses vejo os meus planos a serem alterados para pior. É certo que seria bom se toda a gente tivesse o meu poder de compra, mas eu nunca fugi aos impostos, não herdei nenhuma fortuna, tudo o que tenho é fruto do meu trabalho e do meu marido, não entro em modas de comprar um carro de tantos em tantos anos,não compro nada a trestações, não devo nada a ninguém, até as despesas feitas como cartões de crédito são pagas a 100%... comecei a ficar farta. Apetece-me ir viver para a "Patagónia"...
    Abracinho

    ResponderEliminar
  2. Maria Teresa,
    Fui habituado e ainda hoje faço assim: Se não tenho, não gasto...
    Os nossos desgovernos, se não têm, gastam na mesma e pedem mais, cada vez mais. É confrangedor ver a escalada da divida pública, sem que tivesse havido grande proveito (para o ´país...)
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Este aperto de IVA e no IRS, dá ao Estado 2 mil milhões, mas vão fazer uma estrada (esta, vai ser feita)que vai custar 1 milhão e meio, ora, estamos, de certeza, a ser gozados.
    Deu na SicNotícias e fiquei tão embasbacada com os números que nem fixei o nome da dita estrada.

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio