quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Natal...

A demagogia que corre nos discursos dos nossos políticos, fielmente transmitida pelos meios de comunicação social, transborda até ao limite do exagero, nestas quadras...
Levado pelo espírito do Natal (o antigo, antes do consumismo exacerbado), tento passar estes dias em sossego, aproveitando para descansar da correria de sempre...

Tranquilidade. Que bom seria, se pudesse...E este ano estive quase. À última hora, o que parecia um Natal calmo e tranquilo, vai acabar por juntar uma série de gente que andava dispersa....

Uns porque iam passar essa Noite a casa de outros e não deu, outros porque não tinham mesmo qualsquer planos, outros ainda que bastava que fosse fora de casa...E assim se transforma uma noite simples num evento de última hora, espontâneo, autêntico e inesperado.

Talvez seja este afinal, o espírito do Natal! Com meia dúzia de tábuas se faz uma casinha e, como sempre digo, o importante são as pessoas!

Feliz Natal para todos, com algo de inesperado, muito de espontâneo e tudo de autêntico!

2 comentários:

  1. E é tão bom quando é mesmo autêntico!Feliz quem tem oportunidade de ter momentos inesperados, espontâneos e autênticos.
    Abracinho

    ResponderEliminar

Hmmm! Let's look at the trailer...

Siga o Tio pelo e-milio